CRISE NO SISTEMA PRISIONAL
6 de Janeiro de 2018

Ministra confirma vinda a Goiás para inspeção em Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a ministra Cármen Lúcia virá a Goiás, na próxima segunda-feira, dia 8, para visita ao Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. A ministra atende ao pedido do governador Marconi Perillo, feito por telefone na terça-feira (3).

Cármen Lúcia também atende à solicitação do governador Marconi Perillo (PSDB) para que se reúna com os governadores de todos os Estados e do Distrito Federal com o objetivo de tratar da questão penitenciária no Brasil.

Após a visita ao Complexo de Aparecida deverá acontecer, nesta mesma semana, a reunião de Cármen Lúcia com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, e os governadores dos 26 Estados e do DF, em Brasília, a pedido de Marconi.

Em entrevista à CBN Brasil na manhã desta quinta-feira, 04, o governador Marconi Perillo falou sobre a insuficiência do sistema carcerário nacional e a necessidade de ações conjuntas com os governadores e coordenadas pelo CNJ.

Ele também solicitou à ministra do STF que os chefes do Legislativo e do Judiciário do Estado de Goiás, além do procurador-geral de Justiça, Benedito Torres, e da defensora pública-geral do Estado, Lúcia Silva Gomes, estejam presentes à reunião com os governadores. A ministra acenou positivamente.

Cármen Lúcia, que no ano passado visitou alguns complexos presidiários, também vai vistoriar, na semana que vem, o presídio do Paraná.